4 – Avaliar a Situação Actual da Empresa

Imagem Auxiliar
Nesta etapa, a empresa deve fazer uma lista das áreas em que intervém e tentar avaliá-las de acordo com os indicadores de desempenho da responsabilidade social.

No sentido de auxiliar esta avaliação existem já alguns estudos e entidades que apresentam orientações bem definidas e que podem servir de guia para as empresas.

A CERES (Coalition of Environmentally Responsible Economies) é uma associação de investidores, sindicatos, gestores de fundos de investimentos, fundações e associações que em parceria com o Programa Ambiental das Nações Unidas (UNEP) criou o Global Reporting Initiative (GRI), cujo objectivo é desenvolver linhas orientadoras globais para a elaboração de Relatórios de Responsabilidade Social.

De acordo com GRI, o impacto da actividade da empresa deve ser medido ao nível económico, social e ambiental. Estes indicadores podem ser subdivididos da seguinte forma:

Indicadores de Desempenho Económico:
Desempenho financeiro (receitas, gastas, apoio e subsídios recebidos, etc.);
Presença no mercado;
Impactos económicos indirectos (como o investimento em infra-estruturas e serviços oferecidos principalmente para benefício público, etc.);
Indicadores de Desempenho Ambiental:

  • Gestão de matérias usadas;
  • Consumos de energia;
  • Consumos de água;
  • Biodiversidade;
  • Emissões, efluentes e resíduos;
  • Produtos e serviços;
  • Transportes.

Indicadores de Desempenho Social:

>> Práticas laborais e trabalho decente:

  • Relações entre os trabalhadores e a administração;
  • Saúde e segurança no trabalho;
  • Educação e formação;
  • Igualdade de oportunidades;

>> Direitos humanos:

  • Práticas de investimento e processo de compra;
  • Não discriminação;
  • Liberdade de associação e negociação colectiva;
  • Repudiar o trabalho infantil;
  • Repudiar o trabalho forçado ou análogo ao escravo;
  • Práticas de segurança;
  • Direitos indígenas;

Sociedade

  • Comunidade;
  • Corrupção;
  • Políticas públicas;
  • Concorrência desleal;

Responsabilidade pelo Produto:

  • Saúde e segurança do cliente;
  • Rotulagem de produtos e serviços;
  • Comunicações de marketing;
  • Compliance (multas por não conformidade com as leias ou os regulamentos em vigor).

Todos os estes aspectos devem ser acompanhados de uma descrição geral da situação actual, dos objectivos a que organização se propôs inicialmente, da política que desenvolve e dos resultados numéricos que obtém. Para mais informações, é possível consultar o site da GRI.

É importante ouvir todas as pessoas que trabalham na empresa sobre esta matéria, pois todos podem contribuir para uma melhor avaliação do desempenho da empresa.

Testar as Medidas em Desenvolvimento

Através do Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e ao Investimento (IAPMEI) é possível efectuar um questionário pré-diagnóstico de identificação de práticas de responsabilidade social nas organizações. Este instrumento ajuda os empresários a reflectirem sobre os esforços desenvolvidos neste domínio, mediante perguntas sobre as possibilidades de melhorar a empresa de forma lucrativa e sensata.

Divulgar a Avaliação Internamente

Comunicar os resultados da avaliação da empresa aos seus intervenientes mais directos é um passo fundamental, sobretudo para tornar evidente que o projecto de responsabilidade social diz respeito a todos e não apenas aos cargos de topo.
Nesta altura, é igualmente importante anunciar quais serão as próximas fases de trabalho e tentar motivar, mais uma vez, à participação no projecto.


Saiba como implementar um departamento de RCS na sue empresa, contacte-nos.

Nome:
E-mail:*
Telefone:
Empresa:
Assunto:*
Mensagem:*